O olhar de Katsushika Hokusai - Olhares do Mundo

O olhar de Katsushika Hokusai

A obra deixada por um intenso - e eterno - artista japonês

Excêntrico. Mais de 30 nomes artísticos ao longo dos 89 anos em que viveu – começou a desenhar aos seis. A partir dos 70 anos de idade, Katsushika Hokusai, artista japonês que viveu entre 1760 e 1849, assinava suas obras como “Pintor Velho e Louco”, o que dá uma ideia do quão intensa foi sua vida. Aos 80, partiu a pé, pelo meio das montanhas, para ir de Tóquio, na época conhecida como Edo, até o lendário Monte Fuji, em uma viagem de quase 130 km.

Aliás, o Monte Fuji foi sua grande inspiração e obsessão. Entre suas impressionantes 30 mil obras, compostas por pinturas, xilogravuras, livros e desenhos, estava a coleção Trinta e Seis Vistas do Monte Fuji que, apesar do nome, era formada por 46 gravuras em madeira, datadas de 1832, que apresentavam diferentes pontos de vista do Monte, em diferentes épocas do ano, com diferentes condições de tempo.

Uma das obras que faz parte da coleção, justamente a mais famosa criação de Hokusai, é A Grande Onda de Kanagawa. Não satisfeito, dois anos depois, Hokusai iniciou outra coleção, As Cem Vistas do Monte Fuji, publicada somente após sua morte.

Curiosamente, pouco antes de morrer, Hokusai, mantendo viva as tradições orientais mesmo em seus últimos suspiros, escreveu um haicai, característico poema nipônico, que dizia: Agora como espírito / devo atravessar / os campos do verão.

cid_c2e2628e-7d27-4724-8bd5-3517704dcfb8

MAIS CONTEÚDOS