O estresse dos seus olhos - Olhares do Mundo

O estresse dos seus olhos

Como os outros músculos do nosso corpo, nossos olhos também se cansam

De acordo com pesquisas feitas pela Organização Mundial de Saúde, cerca de 90% da população do planeta sofre com estresse. No Brasil, esse problema atinge 70% dos habitantes sendo que, desses, 30% chegam a ter níveis elevados do transtorno. Mesmo não sendo considerado doença, essa condição, prolongada por muito tempo, pode prejudicar alguns aspectos de nossa saúde e qualidade de vida. A visão, por exemplo, é apenas uma das áreas que podem ser afetadas. Em todo o mundo, 60% das pessoas com menos de 45 anos, que podem ou não usar óculos, sofrem especificamente desse mal.

A fadiga ocular, conhecida na medicina como astenopia, atinge até 90% das pessoas que trabalham com computadores. Mas não são apenas os usuários de tecnologia que podem sofrer com o estresse dos olhos. Quem dirige ou lê por muito tempo também pode sofrer algumas consequências. Isso acontece porque nossos olhos não foram “feitos” para ficarem fixados por longos períodos em apenas um ponto. Ao fazer isso, ele se cansa e, assim, surgem os sintomas da fadiga ocular que, normalmente, podem se estender para outras partes de nosso corpo.

Os sintomas mais comuns da fadiga ocular são: dor de cabeça, dor nos olhos, olhos vermelhos, visão irritada, olhos secos ou lacrimejantes, visão embaçada ou dupla, sensibilidade à luz, dor no pescoço, ombros e costas, sensação de cansaço, além de dificuldade em se concentrar. Claro, vale lembrar que todos esses fatores podem se intensificar caso a pessoa tenho problemas não resolvidos de miopia, hipermetropia ou astigmatismo.

Existem diversas medidas que você pode tomar para se prevenir da fadiga ocular. Dormir bem, por exemplo, é primordial para ter uma boa visão, justamente por ser durante o sono que nossos olhos recebem os nutrientes que necessitam. Já no trabalho, o ideal é, a cada vinte minutos, desviar o olhar da tela e focar a visão em outro ponto. Fora isso, mantenha as telas sempre limpas, já que manchas também dificultam o foco da visão. Tente não usar dispositivos eletrônicos por longos períodos de tempo. Se isso não for possível, mantenha o computador em uma distância de 50 a 70 centímetros dos olhos, e regule o controle de brilho da tela.

Para poder contar com horas de conexão diária, sem interrupção, e proteção contra as luzes emitidas por dispositivos digitais, o mais indicado é usar a linha de lentes ZEISS Digital, que reduzem todos os sintomas típicos da fadiga ocular.

MAIS CONTEÚDOS